segunda-feira, 19 de janeiro de 2009


Então era assim mesmo, casinha em preto e branco,árvore do lado, um caminho de pedras e porque não um cachorrinho? Vida legal não?
Hoje com vinte anos poderia dizer que estou bem se levar em consideração os planos que fiz quando tinha quinze, tudo bem, nem tão bem assim,pois ao quinze anos jurava que aos vinte estaria casada, um filho, filha melhor dizendo, uma casinha modesta, emprego formal, salário estável e FELIZ.
Pois bem caros meus, vinte anos, quase vinte e um já... Casada? jamais, abomino a idéia; filhos? quem sabe daqui a uns cinco anos(mais planos);casinha modesta? sim,mas não é minha e nem tenho emprego, quanto mais salário para pagá-la...rsrsr
Restou o FELIZ, essa não sei responder, tô na faculdade, o curso que sempre quis,moro em outro estado, tenho alguns pouco queridos, família e mais algumas coisas banais que os medíocres acham que faria qualquer pessoas feliz e por isso me julgam.
Ouso responder então já que me julgam, NÃO essa é a resposta, não estou feliz e também nem sei o que me falta, mas não estou feliz se levar em consideração o quesito felicidade para esses ai que falei, os medíocres, hipócritas que estão sempre bisbilhotando a vida alheia.
A felicidade que tenho é minha, felicidade que transborda em meu ser. Sou sim feliz, feliz por não ter tudo que quero, feliz por ter me decepcionado com quem amo, feliz por ter ouvido não quando suplicava por um sim, feliz pela magnífica possibilidade de busca constante, possibilidade de tentar ser FELIZ.
Vivo da busca, sou feliz com o vazio, amo estar só,porém não dispenso a companhia de meus queridos,pois eles sabem me deixar assim, sabem me fazer sentir tão bem...
Não me conformo mais com o preto e branco,apesar de belo nos esconde a beleza das cores,não quero muito,também não adianta querer, quero só poder dar a cor que eu quiser a algo que é meu, o meu vazio faz sentido pra mim... A partir de então tudo será como eu quiser,afinal EU sou o melhor de mim.

Um comentário:

éden-san disse...

nossa! acho q compartilho com vc essa visão de felicidade! mas só agora, com 24 anos...

acredito q na felicidade caiba todos sentimentos, todas vivências... até tristezas. a felicidade está, pra mim, mais baseada no nosso estado de espírito, de como vemos as coisas e como agimos perante elas...

... seguindo sua idéia: cabem todas as cores!!!

=]